Me Interessa Caderno

CADERNO SOBRE EDUCA√á√ÉO ECOL√ďGICA E MEIO AMBIENTE

Rio + 20

Por estar mais voltado √† pesquisa na √°rea de ci√™ncia te√≥rica, sempre com projetos muito espec√≠ficos, acabo ficando de fora de discuss√Ķes sobre conserva√ß√£o e afins. Especificamente com rela√ß√£o √† Rio +20, a vis√£o que eu e muitos colegas da minha √°rea temos √©, infelizmente, bastante negativa.

Apesar do Rio de Janeiro, agora patrim√īnio da humanidade pela Unesco, sediar um importante evento, infelizmente, a Rio +20 foi uma extens√£o dos encontros fracassados da Rio 92, Protocolo de Kyoto e C√ļpula de Copenhague.

Nestas ocasi√Ķes tentou-se estabelecer metas para a redu√ß√£o da emiss√£o de poluentes e uma s√©rie de outras medidas visando a melhoria da qualidade de vida e o desenvolvimento sustent√°vel em um mundo cada vez mais doente pela a√ß√£o humana.

Se naquelas oportunidades os encontros foram um fracasso, imagine agora em que n√£o h√° a menor vontade pol√≠tica para que as coisas deem certo. A crise europ√©ia, a recupera√ß√£o da economia americana e o ritmo de crescimento do BRICS (Brasil, R√ļssia, √ćndia, China e √Āfrica do Sul), s√£o impedimentos quase que insuper√°veis na busca de um mundo ecologicamente sustent√°vel.

O que se vê é a busca por desenvolvimento a qualquer custo e, na minha visão, não há espaço para a natureza nisso, o que ficou bem claro na Rio +20.

Estas reuni√Ķes provavelmente v√£o continuar acontecendo, para que a popula√ß√£o pense que algo est√° sendo feito e medidas est√£o sendo tomadas. Mas a verdade √© que em primeiro lugar vem a gera√ß√£o de riquezas e a tentativa de elevar o nome das na√ß√Ķes no cen√°rio internacional. Assim sendo, n√£o h√° outro resultado que n√£o o colapso do planeta acompanhado da amea√ßa √† vida humana da maneira como a conhecemos hoje.

Se o problema fosse apenas a vontade pol√≠tica, haveria uma esperan√ßa desde que a popula√ß√£o se levantasse e exigisse mudan√ßas extremas, mas ningu√©m est√° disposto a abandonar seu estilo de vida confort√°vel e alheio aos problemas do mundo. Vivemos num mundo em que uma pessoa reclama da polui√ß√£o no planeta, mas n√£o hesita em atirar uma lata de bebida no ch√£o quando est√° dirigindo, nem sequer tem a iniciativa banal de separar o lixo org√Ęnico do recicl√°vel na pr√≥pria casa. Que esperan√ßa h√°?

Para n√£o parecer que tudo √© tristeza e agonia, achei bastante positiva a reuni√£o da C√ļpula dos Povos que ocorreu paralelamente √† Rio +20. Nesse encontro, de express√£o muito menor, l√≠deres de comunidades e ONGs s√©rias avan√ßaram nas discuss√Ķes sobre Justi√ßa Social e Ambiental, contra a mercantiliza√ß√£o da vida e na defesa dos bens comuns de maneira consciente.

E você? Está fazendo a sua parte como?

Abraço,

Rodrigo Feitosa
Enviado dia 01/07/2012